Rinoplastia

A rinoplastia é considerada uma das mais desafiadoras dentro da cirurgia plástica. Ela exige do cirurgião uma habilidade cirúrgica em alto grau e sensibilidade artística para planejar e esculpir o nariz em harmonia com a face e assim preservar a naturalidade. Não existe um modelo ideal de nariz. Cada caso de rinoplastia é estudado minuciosamente e são discutidas as expectativas e limitações com o paciente.

O procedimento pode ter como objetivo diminuir ou aumentar o tamanho do nariz. Pode mudar a forma da ponta e abaulamentos (curvatura) no dorso do nariz. Se houver alterações da respiração por algum problema interno (septo, seios da face, cornetos), o problema poderá ser corrigido ao mesmo tempo.

Vídeo relacionado:

​Duração:

De 1 a 2 horas, ou mais, dependendo das circunstâncias.

​Pós-operatório:
após a cirurgia, pode ocorrer inchaço, dormência, equimose (marca de sangue debaixo da pele) ao redor dos olhos, nariz e dores de cabeça temporários, junto com sangramento e rigidez. Algumas rinoplastias requerem o uso de uma tala sobre o nariz.

Um inchaço menor deve continuar por meses. Retorno ao trabalho: 1 a 2 semanas. Atividades mais árduas: 2 a 3 semanas, com exposição limitada ao sol.

​Riscos:

Pequenos rompimentos dos vasos sanguíneos podem aparecer como pequenos pontos vermelhos na superfície de pele; normalmente menor, mas pode ser permanente.

​Técnica Utilizada:

A pele do nariz é separada da sua estrutura do osso e cartilagem, a qual o cirurgião esculpe na forma desejada. A natureza da escultura depende da necessidade e da técnica que seu cirurgião utilizará. A pele, então, é recolocada sobre a nova estrutura. A maioria dos cirurgiões coloca os pontos dentro do nariz.

​Resultado:

Permanente, mas pode demorar um ano para o resultado final aparecer. 

​Anestesia:

Local com sedação e em alguns casos sob anestesia geral.

Inscreva-se!

Inscreva-se!

Cadastrado com sucesso!