Radiofrequência

O tratamento por radiofrequência é baseado num equipamento criado nos EUA para o tratamento da flacidez da face sem cirurgia. É um técnica não invasiva e não ablativa, ou seja, causa uma contração da pele, sem cortes, edemas, equimoses, inchaço ou descamações fortes e sem se afastar das atividades normais.

Este procedimento é uma nova tecnologia, diferente do laser, dos peelings e da cirurgia convencional, e é utilizado para o tratamento de um dos mais difíceis problemas do envelhecimento facial, que é a flacidez da pele do rosto e do pescoço. Outra vantagem desse procedimento é qu ele estimula a produção de novo colágeno, o qual continua ao longo dos meses.

A radiofrequência gera energia e forte calor sobre a camada mais profunda da pele, enquanto a superfície se mantém resfriada e protegida, o que causa a contração do colágeno. Posteriormente é obtida a produção de neocolágeno que vai produzir uma melhora ainda maior no aspecto da pele.

​Aplicação:

A radiofrequência pode ser aplicada isoladamente ou associadamente para ação em diversas condições inestéticas como: flacidez da pele facial, flacidez da pele do pescoço, rugas periorbitais e frontais, elevação das sombrancelhas.

Sensação durante o procedimento:

Cada aplicação é seguida de uma sensação de frio imediato, seguida por uma sensação mais quente e mais breve, seguida novamente por uma sensação fria.

Efeitos colaterais: 

Uma vermelhidão pequena pode ser vista em alguns pacientes, mas normalmente desaparece logo depois do tratamento. Complicações do aquecimento podem ocorrer mas são raras. Não há cuidado especial que seja necessário após o tratamento.

Resultados:

Os resultados aparecem gradualmente de 2 a 6 meses, embora alguns pacientes obtenham uma resposta mais cedo. O resultado esperado é uma pele mais firme, que vai surgindo de dentro para fora, seguindo a aplicação.

Sessões:

Uma única sessão pode produzir bons resultados. No entanto, apenas após a consulta e a avaliação é possível definir a quantidade de sessões necessárias para cada caso. 

Riscos:

O procedimento é muito seguro. A ocorrência de pequenos danos à pele é raríssima.

Inscreva-se!

Inscreva-se!

Cadastrado com sucesso!