Mastoplastia Redutora

Mastoplastia Redutora

Mastoplastia Redutora

Para a mulher, a importância de ter seios bonitos, firmes e proporcionais transcende o simples aspecto estético. Quando ela não está satisfeita com a aparência deles, sua autoestima e a segurança em relação a sua feminilidade ficam seriamente abaladas, comprometendo, emocionalmente, sua qualidade de vida.

A mastoplastia redutora, também conhecida como mamoplastia redutora, é uma cirurgia plástica que reduz o tamanho da mama, equilibrando-o às proporções de cada paciente, de acordo com a posição das aréolas, contorno mamário e estrutura corporal. ​A hipertrofia mamária faz com que as pacientes sofram de frequentes dores na coluna, prejudicando a postura, causando pressão nos ombros devido à alça do sutiã e dificuldade de executar tarefas simples, como vestir-se ou até praticar esportes.

Vídeo relacionado:



fonte: YouTube

​Duração:

Entre 2 e 5 horas.

​Pós-operatório:

O paciente pode apresentar equimose, inchaço, desconforto, dormência temporários. A recuperação se dá em média após 15 dias, mas apenas atividades que não exijam esforços dos braços. Dirigir e fazer atividades físicas são liberados somente após o segundo mês do pós-operatório.

​Riscos:

Cicatrizes grandes demais, perda de sensibilidade na aréola, assimetria entre as mamas e deslocamento das aréolas. Pequenas assimetrias podem ser corrigidas com um retoque cirúrgico após 6 meses e a sensibilidade da aréola deve ser recuperada a partir do terceiro mês da cirurgia.

​Técnica Utilizada:

Uma incisão em T, L ou I (conforme o formato da mama, estrutura e desenho da aréola) é feita. O cirurgião então retira o excesso de glândula mamária e/ou gordura, elimina o excesso de pele, reposiciona a aréola e faz a sutura para garantir o novo formato.

​Anestesia:

Geral ou peridural.

Habilidades

Postado em

26 de setembro de 2015

Inscreva-se!

Inscreva-se!

Cadastrado com sucesso!