Blefaroplastia

A blefaroplastia – ou cirurgia das pálpebras – é a cirurgia proposta para corrigir excessos ou deformidades em pálpebras. Na cirurgia, é feita a retirada do excesso de pele e das bolsas de gordura, responsáveis pelo ar envelhecido e triste do olhar. Ela pode ser realizada na pálpebra superior ou inferior.

Além do estético, o procedimento também possui um caráter funcional, já que existem casos em que a pele das pálpebras diminui o campo de visão da pessoa. Nestes, a retirada do excesso de pele é fundamental para a melhoria na qualidade de vida do paciente.

Vídeo relacionado:

​Duração:

O tempo de duração da cirurgia pode variar, mas normalmente é feita entre uma ou duas horas até ser concluída.

​Pós-operatório:

No pós operatório, o paciente pode sentir cansaço temporário das pálpebras, inchaço, machucado, queimação e coceira, lacrimejamento excessivo e sensibilidade à luz nas primeiras semanas, contudo, qualquer desconforto pode ser controlado através de medicação via oral.

Leitura: 2 ou 3 dias. Retorno ao trabalho: 7 a 10 dias. Lentes de contato: 2 semanas ou mais. Atividades físicas e álcool: aproximadamente três semanas. Inchaço e sensibilidade nas pálpebras: várias semanas.

​Riscos:

Hematoma, sangramento, inchaço (edema), infecção, leve assimetria na cicatrização, dificuldade em fechar os olhos completamente (raramente permanente) e caimento das pálpebras inferiores.

​Técnica Utilizada:

Remoção de excesso de pele das pálpebras e retirada de bolsas gordurosas quando necessário. Ela pode ser realizada através da conjuntiva para retirada de bolsas, ficando a cicatriz internamente.

​Anestesia:

Local com sedação e em alguns casos sob anestesia geral.

Inscreva-se!

Inscreva-se!

Cadastrado com sucesso!